Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O Bolo que não é Rei nem Raínha

por pintolaranja, em 12.02.11

Algures no fundo do baú descobri uma relíquia. O registo da primeira vez em que me meti a fazer um bolo (teoricamente) raínha.

 

Foi no Natal passado e concluí que até é mais simples do que esperava embora ainda leve umas boas 2 horas a estar pronto para ir para o forno. Ah pois é... bébé...

 

Meti-me a procurar receitas pela web, fui ao livro de Pantagruel, essa grande bíblia culinária e... não segui nenhuma delas a 100%.

 

Achei que o bolo Rei como descrito era uma trabalheira infindável só com fermentações. O bolo Raínha tem variantes... e eu escolhi uma, francamente já não me lembro onde... e alterei sendo que o resultado foi qualquer coisa como:

 

  • 600 g de farinha de trigo
  • 1 colher de café de sal fino
  • 25 g de fermento de padeiro (uso o fermento em pó das máquinas do pão...)
  • 1 dl de leite (só tinha magro)
  • 130 g de manteiga sem sal (só tinha com sal)
  • 130 g de açúcar (acho que ainda alterei mais e meti umas 120)
  • 3 ovos
  • 2 colheres de sopa de vinho do Porto
  • 1 colher de sopa de aguardente (só tinha cognac... mas era do bom! Courvoisier... hum, que tal?)
  • 300 g de frutos secos (que cuidadosamente adulterei para retirar as avelãs que detesto... e portanto ficaram passas, pinhões, amêndoas, nozes e... morangos desidratados e papaia cristalizada... LoL!)

Eis que quando me apercebi que a manteiga devia ser sem sal... era tarde. Basicamente apelei a todos os santinhos para que o bolo não deixasse de crescer, porque o sal pode provocar esse efeito se for em demasia.

 

Juntar apenas a farinha, o sal e fazer um buraco no meio. Aí junta-se-lhe o fermento dissolvido no leite morno. Até aqui tudo bem, depois de ficar com uma pasta mole é só deixar repousar.

 

Separado disto tudo, mistura-se a manteiga com o açúcar e os ovos, que se diz que devem ser colocados 1 a 1. Não sei francamente qual é o efeito disto, mas também não tive assim tanta paciência e portanto garanti foi que não ficavam pedaços grossos e lá misturei tudo.

 

A massa tá repousada? Como hei-de saber? Devia ter crescido? Para mim estava igualzinha à pasta mole que vi quando acabei de bater com o fermento e tal.

 

Assumindo que está repousada... juntar a mistura da manteiga com o açúcar e os ovos! Agora vem outra parte hilariante... depois de bem misturado tudo isto, é suposto vermos umas bolhas na massa e nessa altura é que se junta o vinho do porto e a aguardente. Depois amassa-se tudo até a massa ficar elástica e soltar-se dos lados da taça.

 

NÃO VI BOLHAS NENHUMAS!!! :D

 

Tungas, juntei a bebida e toca de amassar até à fase dita "elástica" (que para mim ainda continuava algo pegajosa, mas convidei uma amiga para ver o que achava e disse que tinha aspecto de elástica, pelo que confiei 

 

Pronto, tá na altura de juntar os "frutos secos"... e mexer mais com a batedeira mas devagar para distribuir os ditos. Achava que eram muitos, só via fruta no meio da massa, mas já tava feito!

 

Toca de tapar com um pano para levedar até duplicar o volume. Esperei nem sei quanto tempo e não achei que tivesse duplicado, estaria longe disso, mas lá resolvi depois de 1/2 hora seguir para a outra fase... elaborar um rolo lindíssimo em cima de um tabuleiro enfarinhado com o típico buraco no meio da massa, que se deveria alargar até ter uns 15 cm de diâmetro.

Depois deveria levedar mais 1 hora. Assim foi.

 

O resultado... bem, levedou e ficou o que podem ver, mas o que cresceu depois de ir para o forno... JESUSSSSS!!!

 

Ora vejam lá:

 

Bolo

 

Uma coisa é certa, ficou fôfo e saboroso, atestado em 3 casas de família (pois, reparti porque numa só era fastio)!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Translate the goodness



Calendário

Fevereiro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728

Cozinhados Antigos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D