Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Marisco do Eusébio

por pintolaranja, em 28.12.11

Era o que antigamente ouvia chamar ao tremoço... sem qualquer sentido pejorativo, é apenas uma piada :)

 

Falamos portanto do belo do tremoço. Regra geral temperam-no apenas com água e sal, o que pessoalmente não acho mau mas também não acho fantástico. Eu cá sou fã do alho e portanto, tal como nas azeitonas, espeto para lá com alhos esmagados em boa dose e, claro está, malaguetas. Porque sim, porque gosto :D

 

Uma pitadita de sal e tudo a marinar dentro de água pra não ficar choco.

 

 

Se faltar melhor para o fim de ano... porque não? :D Vai de tremoço que estamos em tempos de crise!

 

NJoy

Autoria e outros dados (tags, etc)

1 Post Azeiteiro

por pintolaranja, em 19.12.11

Ou antes, azeitoneiro.

 

Há muita maneira de temperar azeitona, segue a minha :)

Primeiro, a qualidade das azeitonas diz muito. Eu costumo comprar umas azeitonas verdinhas britadas na praça de algés que acho do melhor. Desde miúda que adoro este tipo de azeitona.

 

O tempero é simples: alho esmagado a gosto, malaguetas se vos aprouver, uma pitada de sal (não precisa muito) e orégãos. Tudo dentro de água para não ficarem ressequidas e... já está.

 

Deixem ganhar sabor pelo menos 1 dia ou 2 antes de as começar a comer.

 

 

NJoy!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sorrisos Recheados

por pintolaranja, em 09.12.11

Porque parece um sorriso e porque fez sorrir :)

 

Nada como arranjar uns bons e grandes cogumelos, recheá-los e levar ao forno a gratinar.

 

O recheio foi miolo de farinheira bem misturado à mão com espargos picados, um fio de azeite, 1 dente de alho picado e uma pitada de sal. Também levou um ovo para ligar bem a coisa.

 

Em cima, como podem ver, um pouco de queijo (neste caso foi chévre).

 

Simples!

 

Quando levei ao forno resolvi colocar nas redondezas de cada cogumelo uns tomates cereja e uns pedaços de pimento italiano por cima dos quais passei também um pouco de azeite, sal e moí um pouco de pimenta branca. Acabaram por contribuir para o aroma e sabor dos cogumelos de uma forma espectacular.

 

 

NJoy!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ravirolis

por pintolaranja, em 05.12.11

Adoro raviolis. Na verdade adoro pastas em geral. Essa deve ser uma das razões pelas quais o meu físico sofre. Ou não :)

 

Estes "Ravirolis" eram para ter sido com carne, mas não havia com um recheio que me interessasse nem eu tinha tempo de fazer massa mais recheio. Assim sendo, foi uma mistura de raviolis rechados com queijo e outros recheados com espinafre.

 

Refoguei alho, chalota em azeite e com uma pitada de sal e lá dentro fritalguei uns cogumelos e uns cubos de bacon. (não me recordo se levou tomate, às vezes ponho um pouco)

Adicionei umas ervas aromáticas (tomilho, mangericão, cebolinho, tudo tirado da minha "horta" - aka, vasos na varanda) e um pouco de vinho branco. Muito pouco, porque isto leva natas e não queremos deslaçar as bichas.

 

Portantos, natas lá para dentro, fervilhar até cozinharem e apurarem q.b. (ah, não pus malagueta, para que saibam :P havia crianças à mesa e uma senhora que não tolera picante...)

 

Mistura-se tudo com os raviolis al dente dentro de um pyrex, rala-se mozzarela lá para cima, leva-se ao forno a gratinar e pronto, bora dar ao dente!

 

Façam-se acompanhar de um lambrusco, vai lindamente :)

 

 

NJoy!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Susanitos

por pintolaranja, em 01.12.11

Estes foram feitos num dia de almoçarada cá em casa.

 

Não me perguntem o porquê do nome. Eu precisava de um e submetido a votos, os comensais é que escolheram no leque de sugestões dadas por eles próprios.

 

Ou seja, eu não tenho nada a haver com o assunto :P

 

Havia massa filo, havia a lembrança de uma sobremesa que comi em casa da Atlantys Maria e havia vontade de experimentar cenas. Cenas fixes :)

 

Portantos, pedaços de maçã de vários tipos (verde, amarela, vermelha, às pintinhas) porque cada um tem diferentes graus de acidez e sabor. Pedaços de pêra para amaciar a coisa. Sumo de 1 lima e meio limão, um pouco de vinho do porto, um pouco de açúcar mascavado (em pó e em cristal), uma pitada de essência de baunilha, 2 paus de canela e... acho que está tudo.

Misturar, tapar com película aderente e deixar a macerar durante 1 horita.

 

Foi o tempo de ir buscar a minha velhota pro almoço e voltar.

 

Depois, cortar folhas de massa filo aos pedaços (como podem ver experimentei tamanhos diferentes e formas diferentes), sendo que são recheados com a mistura da fruta à qual se adicionam passas, sultanas, pedaços de miolo de noz e de amêndoa (o elemento crocante fazia falta).

 

Fechado o envelope (optei por usar um pouco de manteiga), pincela-se com ovo. Coloca-se tudo em cima de uma folha de papel vegetal num tabuleiro, leva-se ao forno até estar dourado e depois decora-se com açúcar em pó.

 

Parece que foi aprovado! Um dos comensais disse que preferia sem nozes e amêndoas, mas de resto estava baril :D

 

 

NJoy!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Translate the goodness



Calendário

Dezembro 2011

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Cozinhados Antigos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D






subscrever feeds