Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Puff!

por pintolaranja, em 23.02.15

Uma coisa que me deixava curiosa há muito tempo era a confecção de massa folhada.

Pensei que fosse extremamente complicado, daí as pessoas não se aventurarem muito a fazê-la.

A minha conclusão é que não o fazem porque o processo é moroso e portanto mais rapidamente se safam comprando massa folhada já feita.

Mais uma vez recorri ao Sr. Richard Bertinet, que tem um livro bestial sobre estas coisas.

 

A receita é simples (e encontra-se noutros sites pela net também):

  • 250g de farinha
  • 5g ou 1 colher de chá de sal
  • 100g ou ml de água fria (diferente de gelada, atenção)
  • sumo de 1/4 de limão
  • 200g de manteiga sem sal, acabada de sair do frigorífico

Mistura-se a água com o sumo de limão e com o sal.

Aos poucos vai-se adicionando à farinha e vai-se sempre envolvendo tudo muito bem até formar uma bola. A mistura fica rija e com pedaços soltos, não se assustem. Tira-se tudo da taça e em cima da bancada (sem enfarinhar), amassa-se à mão a dita bola durante uns 2 minutos no máximo, só para conseguir ligar tudo muito bem.

A seguir, agarrar numa faca e fazer uma cruz cortando um pouco da bola. Colocar de volta na taça e deixar repousar por 1 hora e meia ou mesmo duas.

 

De seguida, enfarinhar um pouquinho a bancada, colocar a bola e esticar cada um dos 4 cantos. É normal ficar um alto no meio, não faz mal e até ajuda quando se puser a manteiga. Vai ficar uma espécie de quadrado com 20 cm.

Quanto à manteiga, meter no meio de papel vegetal e dar umas marretadas com o rolo da massa para ela amaciar e ficar feita num quadrado. É importante que fique com a mesma consistência da massa.

Coloca-se o quadrado no meio da massa (deve ter o mesmo tamanho do centro da bola que foi esticada) e fecha-se cada canto sobre a manteiga, calcando um pouco à medida que se faz cada dobra.

Primeiro a dobra de trás, depois a da frente e por último dobrar o lado esquerdo e direito.

Agora é agarrar no rolo da massa e esticar até se ficar com um rectângulo 2 ou 3 vezes mais comprido que o original.

Cada vez que passam o rolo é bom movimentarem a massa sobre a farinha da bancada, para ganhar ar por baixo. Não façam muita força, ninguém quer ver a manteiga a passar por massa furada e dar cabo do esquema todo ;)

Ainda não terminou, agora há que dobrar o rectângulo. Viram-no na horizontal, pegam em cada ponta e dobram-nas até se encontrarem a meio do rectângulo. Depois dobram ao meio e levam a repousar por 20 a 30 minutos no frigorífico dentro de um saco de congelação mal fechado.

Passado esse tempo, tiram a massa do frigorífico, enfarinham a bancada, colocam o rectângulo na vertical e repetem o processo de dobra e repouso.

A seguir está pronta a usar.

Diz-se que quem já domina a coisa não usa dobras duplas como sugeri aqui. Usam simplesmente o método de dobrar a massa ao meio mas repetem o processo umas 6 vezes. Fica ao vosso critério!

Dicas:

  • Convém contarem quantas vezes já dobraram a massa, podem usar marcas de dedos na própria massa para indicar se é a dobra 1, 2, 3, etc
  • O limão não dá sabor, só serve para a massa não escurecer
  • Convém que a cozinha não esteja demasiado fria, caso contrário o repouso da massa e de cada dobra não resulta e acabam por ver apenas uma mixórdia amanteigada ou então uma massa folhada que se desfaz em flocos. Acreditem porque eu passei por isso 3 vezes antes de ter sucesso na execução da coisa!

E pronto, dá imenso trabalho mas fica saboroso!

Esta aqui foi usada para fazer uns pastéis de nata :)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mascarponizando por aí

por pintolaranja, em 16.02.15

Nunca tinha utilizado queijo mascarpone.

Logo eu que sou fã incondicional do queijo!

Encontrei uma receita que me pareceu deliciosa e não me desiludi.

Essencialmente consiste em estufar maçã verde e incorporar o mascarpone. Levar o frigorífico e já está :)

Ora então a história reza assim:

  • 500g de maçã sem casca e cortada às fatias
  • 30g de açúcar mascavado
  • 60ml de água
  • 250g de queijo mascarpone

Coloca-se a água e o açúcar numa caçarola e aquece-se até o açúcar dissolver.

Junta-se as fatias de maçã e deixa-se cozer até ficar feita em puré.

Incorpora-se o mascarpone, verte-se para taças e leva-se ao frigorífico para ganhar mais consistência.

Uma delícia!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Rabo de Boi

por pintolaranja, em 09.02.15

Não serve só para pôr na sopa :)

Este foi cozido para amaciar, depois foi para o forno com alho e sal e um fio de azeite.

A água da cozedura, misturada com um caldo de carne, serviu para regar o dito de quando em vez.

Mais tarde juntei as batatas (que também foram devidamente pré-entaladas em água a ferver com uma pitada de sal) e salpiquei com umas folhas de tomilho depois de as envolver na calda que já vinha da carne.

Alguns de vós dirão que o arroz está a mais, mas a mim soube-me bem :)

 

NJoy!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estou aqui num dilema...

por pintolaranja, em 05.02.15

Não queria começar a detalhar receitas, porque isso toda a gente faz.

Por outro lado, reconheço que quando se gosta de algum prato dá vontade experimentar e nem toda a gente gosta de improvisar, portanto a receita acaba por dar jeito.

Que me dizem vocês?

Será impossível agradar a toda a gente, mas gostava de ter opiniões :)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Translate the goodness



Calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Cozinhados Antigos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D






subscrever feeds