Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



No signo do peixe

por pintolaranja, em 25.07.16

Continuando o tema da semana passada, desta vez foi salmão.

Temperei com umas pedrinhas de sal e raspas de lima.

Na frigideira aqueci uma colherzinha de óleo vegetal e depois passei primeiro a pele do salmão para ficar estaladiça. Mais uns segundinhos de cada lado da posta e já está.

Acompanhou com couve salteada, espargos cozidos ao vapor com um molho feito de azeite, coentro, alho e sal e um molhinho de tomate cereja.

NJoy!

Autoria e outros dados (tags, etc)

O camarão dos pobres

por pintolaranja, em 01.09.14

Diz que é o salmonete.

Embora eu deva dizer que por terras de sua magestade o salmonete é tudo menos barato.

Este peixe é seco por natureza e portanto normalmente tem de ser frito. De facto fica com um sabor parecido com o do camarão.

Há séculos que não o comia, de modo que não resisti.

 

Acompanha com um arroz de tomate.

 

NJoy!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais uma forma de cozinhar bacalhau

por pintolaranja, em 11.08.14

Assim passam a existir 1002 {#emotions_dlg.happy}

 

Uma caminha de alho e cebola, um fio de azeite e quando tudo alourou juntar um pouco de sal, pimenta branca, uma ou 2 rodelas de chili e um pouco de vinho branco. Uma vez que o álcool tenha evaporado, colocar por cima da mistura as postas de bacalhau fresco.

Tapar e deixar o bacalhau a estufar.

 

O feijão verde foi cozido ao vapor e o arroz é um simples arroz branco.

Por cima, sementes de sésamo torradas.

 

NJoy!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nigishi

por pintolaranja, em 07.07.14

Não é sushi nem nigiri :P

 

É um desafio completo tentar fazer estas coisas, mas nada como continuar a praticar. Desde que cozinhei estes já fiz várias vezes e neste momento até califórnia rolls entram no menu, a coisa está a melhorar :D

 

NJoy!

 

 

Acompanhou com um sashimi:

 

 

Umas lulas grelhadas picantinhas:

 

 

E uns camarões fritos com alho:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A verdura do robalo

por pintolaranja, em 16.06.14

É um peixe que prefiro grelhado, mas há que experimentar abordagens diferentes.

Um pouco de azeite, sal, cebolinha, chili e toca de enfiar tudo no forno.

 

Gostei do resultado, é para repetir!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bom apetite Sr. Brás

por pintolaranja, em 08.04.13

Bacalhau à Brás é mais uma coisa que penso nunca ter cozinhado antes.

Comi muitas vezes, mas regra geral era feito por outra pessoa.

 

Valeu a pena tentar, apesar de a batata palha que encontrei ter paprika. Só reparei depois de ter chegado a casa.

Mas bem, ficou bom e isso é que interessa. A paprika acabou por dar mais cor.

 

Muito simples, rápido e saboroso. É só dar uma escaldadela no bacalhau, desfiar e juntá-lo a um refogado feito de cebola, azeite, sal e um pouco de louro. Também podem juntar uma pimentinha branca ou preta que cai muito bem.

Depois de tudo envolvido, juntem-lhe a batata palha e continuem a envolver bem a mistura.

Finalmente, envolver tudo em ovos batidos com salsa picada e um dente de alho picadinho (eu coloquei 4 ovos para uma posta de bacalhau bem anafada). 

 

Sempre em lume brando.

Decorar com azeitona preta.

 

Uma delícia!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nunca os tinha cozinhado. Raramente os como, por serem fritos.

Esta foi uma dessas raras ocasiões.

 

Cozer bacalhau, cozer batatas.

Desfazer bacalhau já sem espinhas usando um pano da loiça (limpo, obviamente).

Desfazer as batatas em puré (eu usei o pano do bacalhau, até porque onde estou não tenho passevite).

Misturar com os ovos batidos, envolver bem a coisa (atenção à quantidade para os pastéis não ficarem muito moles).

Saltear um pouco de cebola picada, alho picado em azeite e misturar ao resto.

Fazer o mesmo com a salsa.

 

E pronto, depois é usar duas colheres de sopa para moldar os pastéis e tratar de os fritar e escorrer muito bem.

 

Uma delícia!

 

 

NJoy

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nada se perde, tudo se transforma

por pintolaranja, em 21.01.13

Estamos em altura de crise e mesmo que não estivéssemos eu acho que é crime deitar comida fora.

 

Assim sendo, com o bacalhau, couve e batatas que sobram, nada como cozinhar a bela da "roupa velha".

Um fio de azeite na frigideira, umas rodelinhas de alho, um pouco de pimenta, deixar aquecer um pouco e enfiar lá para dentro estas sobras todas feitas em pedaços.

 

Mexer bem a coisa e quando está tudo quentinho... comer!

 

 

NJoy!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Olhá petinga fresca, menina!

por pintolaranja, em 03.12.12

Óviamente que por terras de Sra. D. Merkel ninguém sabe o que é isso.

Nem o que é petinga nem o que é a senhora do mercado a apregoar o peixe fresquinho.

 

Bem, pelo menos aqui por Berlim não sabem de certeza. Descobri um super mercado que vende artigos ibéricos e com sorte consegui lá arranjar umas petingas que até eram jeitosinhas.

Resolvi trazer para casa para as fritar e, a acompanhar, claro que tinha de vir um arroz de tomate.

 

Muito fácil de fazer, tirem as tripas da petinga, botem sal q.b.

Entretanto façam um refogado com azeite, louro, cebola, alho e sal (podem também juntar um pouco de paprika e uma malagueta se gostarem). Se não me engano deitei um pingo de vinho branco.

Fritalgar o arroz, juntar água, mexer, tapar e deixar a cozinhar em lume brando.

 

Entretanto, preparem um prato com gema de ovo batida, outro com farinha e tenham azeite misturado com um pouco de óleo vegetal a aquecer. Quando estiver bem quente, passar as petingas pelo ovo, depois pela farinha e daí para a fritadeira. Tirar quando estiverem douradinhas.

 

Um belo petisco!

 

 

NJoy

Autoria e outros dados (tags, etc)

Peixes cuscos

por pintolaranja, em 23.07.12

Nunca tinha experimentado couscous.

Nem feitos por outros nem feitos por mim.

 

Lá resolvi experimentar a coisa. Água a ferver com um pouco de sal e um fio de azeite pra cima dos couscous marroquinos.

Depois resolvi que seria uma salada e uma vez a água absorvida fui fazendo camadas. Ora massa, ora peixe cozido, ora tomate, ora rúcula.

 

Para comer, temperar com um pouco de pimenta moída, um fio de azeite e sal se precisar.

 

Confesso que não gostei assim tanto da coisa, mas achei que valia a pena partilhar de qualquer forma :)

 

 

NJoy

Autoria e outros dados (tags, etc)


Translate the goodness



Calendário

Agosto 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Cozinhados Antigos

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D






subscrever feeds